O GT7 Metaverso do Brasil Digital foi criado no meio do ano passado com o objetivo de consolidar e compartilhar as experiências relacionadas às tecnologias do Metaverso. Desde então, o grupo organizou-se em subgrupos, incluindo tipologia, metaversos, na prática, questões éticas e morais, e capacitação no metaverso.

Um evento sobre as questões éticas e morais do metaverso foi organizado, onde Francisco Soeltl, Patrícia Aiello, Rogério Planck, Ary Silveira, Vitor Morgensztern, Bárbara Krysttal, André Tozello, Elenee Ferreira e Alexandre Lima contribuíram significativamente. O grupo também planejou atividades para o próximo período, incluindo a classificação das ferramentas e metodologias do metaverso, discussões éticas e morais, capacitação profissional, e catalogação de casos práticos.

O GT7 Metaverso acredita que a discussão sobre o uso ético, responsável e transparente dessas novas ferramentas é de extrema importância. Além disso, o grupo está empenhado em capacitar e empoderar profissionais para aumentar sua produtividade no mundo do Metaverso. Em fevereiro deste ano, uma discussão sobre profissões e demandas de capacitação profissional foi realizada, com a presença de profissionais para compartilhar suas experiências no Metaverso.

Por fim, o GT7 Metaverso está empenhado em catalogar casos práticos para dar transparência a tudo o que tem sido feito por empresas, academia e outras aplicações diversas. O grupo acredita que é importante divulgar esses casos práticos para incentivar outras pessoas a explorar o potencial do Metaverso.

Conclusão:

O GT7 Metaverso do Brasil Digital tem como objetivo consolidar e compartilhar as experiências relacionadas às tecnologias do Metaverso. O grupo está empenhado em discutir questões éticas e morais, capacitar profissionais e catalogar casos práticos. O GT7 Metaverso acredita que é importante incentivar outras pessoas a explorar o potencial do Metaverso de forma ética e responsável.

Você também pode gostar